Eduardo Aparecido faz a melhor nota do round dominado pelos touros

By: Jorge Cardoso / PBR Brazil  quinta-feira, 7 de novembro de 2019 @ 03:20

Alberto Gonzaga / PBR Brasil

Começou a tão esperada PBR World Finals 2019. Com ela, a esperança de mais um título para o Brasil. E para os mais supersticiosos, começar com um brasileiro fazendo a melhor nota da noite pode ser um sinal de que algo vem por aí.

Já no Black Carpet, onde os competidores são recepcionados todas as noites, era possível sentir a vibração de como seria a noite. Como esperado, entre os mais aplaudidos, José Vitor Leme era nome certo.

E assim que as disputas começaram foi possível notar que, na verdade, eram os touros que trariam surpresas neste início de etapa. E eles dominaram. Das 40 montarias previstas para a noite, apenas 11 conseguiram pontuar.

O melhor da noite foi Eduardo Aparecido. O goiano conseguiu 91,25 pontos a bordo do touro Chiseled e arrancou aplausos do público pela belíssima apresentação.

Logo em seguida, Leandro Machado também conseguiu parar. Em sua primeira montaria na arena da final mundial, o líder do Monster Energy PBR garantiu 87,25 pontos sobre o touro Uncle Gangster.

“Estou muito feliz pelo resultado. Aqui na América é tudo diferente e estou muito inspirado”, comentou Machado.

José Vitor Leme conseguiu somar mais pontos para o ranking. O atual líder do mundial parou sobre o touro Skyfall, fazendo 88,00 pontos.

Os irmãos Alan e Alisson seguem fazendo sua parte nesse contexto todo. Pela primeira vez, dois irmãos gêmeos disputam a final. E eles também servem de inspiração para os supersticiosos. Ambos conseguiram pontuar. Alan fez 79,25 pontos sobre Mad Child enquanto Alisson fez 79,10 pontos sobre Soy El Fuego.

 

Paradas do round 1

1 - Eduardo Aparecido - 91.25

2/3 – Chase Outlaw – 88,50

2/3 – Dalton Kasel – 88,50

4 – Cody Teel – 88,25

5 – José Vitor Leme – 88,00

6 – Leandro Machado – 87,25

7 – Jess Lockwood – 86,50

8 – Ryan Dirteater – 86,00

9 – Cliff Richardson – 85,75

10 – Alisson de Souza – 79,75

11 – Alan de Souza – 79,25