Sean Gleason comenta sobre retorno da PBR em programa esportivo

By: Com informações de Justin Felisko  segunda-feira, 11 de maio de 2020 @ 15:08

Foto por Bullstockmedia

Sean Glason, CEO da PBR, participou nesta segunda-feira do programa Fundamentals, com Ian Thomas, ao vivo e online direto do Lazy E Arena. O programa aborda entrevistas com porta-vozes da indústria do esporte.

Gleason falou sobre o caminho da PBR de volta às competições nas últimas semanas no Lazy E Arena depois de um hiato de 41 dias da organização devido ao Covid-19 e falou ainda sobre o que o futuro reserva para a PBR e o mundo do esporte em geral.

O CEO liderou a equipe que criou um plano ambicioso de retorno à competição, que é um exemplo para outros esportes que tentam retornar a ação com segurança em eventos fechados para a TV.

A PBR seguiu uma série de protocolos de saúde para realizar dois eventos fechados e televisionados da Unleash The Beast, o mundial da modalidade, nas últimas três semanas em Guthrie, Oklahoma. No próximo sábado e domingo as disputas retornam ao Lazy E Arena mantendo os protocolos de segurança.

Todos os competidores e profissionais envolvidos são submetidos a exames médicos para entrar no Lazy E Arena. Haverá ainda uma equipe de produção menor que o normal, incluindo o uso de câmeras robóticas.

Juízes e locutores de TV também tiveram o número de participantes reduzidos se comparados a um evento padrão. A PBR criou grupos funcionais de no máximo 10 pessoas para garantir interações limitadas. O número de profissionais atrás dos bretes também foi reduzido significativamente.

Existem diretrizes de distanciamento social e políticas de auto-isolamento para viagens e hospedagens, limitando severamente qualquer contato com qualquer pessoa da cidade. Todos os profissionais dirigiram até a cidade e estão alocados em trailers dentro do Lazy E Arena.

As 140 pessoas no local assinaram um compromisso de responsabilidade social de cumprir as diretrizes de fluxo de trabalho, processo, higiene, higiene e separação.

Gleason foi nomeado CEO da PBR em 2015 - ano em que a organização foi adquirida pelo líder global de esportes e entretenimento Endeavor. Antes de assumir o cargo de CEO, Gleason passou 15 anos como executivo sênior supervisionando quase todos os aspectos do esporte, incluindo marketing corporativo e de eventos, vendas de patrocínios, relacionamento com fãs, licenciamento e mídia digital.

 

Links Relacionados